- Blog -

Flores da sustentabilidade

  • bota-reutilizada-maze-doces
  • botas-floridas-artesanato-maze-doces
  • botas-floridas-maze-doces
  • cidinha-maze-doces
  • ganhe-uma-bota-florida-maze-doces
  • promocao-fim-de-ano-maze-doces

A artista que transforma as botas usadas na fábrica da Mazé Doces em lindas obras de arte.

Os doces artesanais da Mazé Doces são verdadeiras obras de arte, mas não é só esse tipo de arte que vemos por aqui. Na fábrica da Mazé Doces encontramos uma artista encantadora.

Estamos falando da Cidinha, cuja história com a Mazé Doces começou a quinze anos atrás…

No início Cidinha trabalhava na casa da Mazé Lima, fundadora da Mazé Doces. Vendo o potencial da Cidinha, Mazé ofereceu-lhe um cargo na fábrica e Cidinha aceitou o desafio, começando sua jornada na Mazé Doces em 2003. Ela foi a primeira funcionária da fábrica de doces.

bota-reutilizada-maze-doces

Mazé Lima ensinou com carinho a arte de fazer doces para a Cidinha e ela, com muita dedicação e esforço logo se tornou uma doceira, a primeira doceira depois da Mazé a primeira doceira da Mazé Doces. Só para se ter uma ideia é necessário um ano de treinamento para se tornar uma doceira!

Alguns anos depois Cidinha casou-se e mudou-se para Nova Serrana, município de Minas com menos de 100.000 habitantes, que fica a 150km de Carmópolis de Minas (cidade da fábrica e loja Mazé Doces). Lá ficou por 5 anos.

Ao retornar para Carmópolis de Minas, Cidinha voltou a trabalhar na Mazé Doces e reassumiu seu cargo doceira. Mazé afirma que não sabe como, mas a funcionária voltou ainda melhor na sua profissão.

Hoje ela é a doceira chefe da fábrica, produz com muito carinho diversos tipos doces na fábrica.

Uma arte que surgiu da consciência ambiental

Na Mazé Doces existe uma ética muito grande em relação ao crescimento sustentável.

Seja de cunho social ou ambiental, a empresa procura minimizar ao máximo qualquer impacto negativo e opta sempre por executar ações que gerem benefícios comunitários.

E foi a partir desta consciência que surgiu a ideia das botas estilizadas.

Na fábrica os funcionários usam botas de borracha. Após alguns meses de uso estas botas são descartadas, pois perdem a aderência da sola e com isso sua eficiência na segurança do trabalhador é prejudicada.

O problema é que a borracha tem tempo indeterminado de decomposição, ou seja, um lixo nada amigável para nossa Mãe Terra.

Inquieta com o descarte, Mazé Lima, começou a plantar flores nelas, mas viu que essas botas podiam ser ainda mais lindas.

 ganhe-uma-bota-florida-maze-doces

Foi quando, em uma época de eleições, ao ver um moço pintando o muro, pediu que ele pintasse algumas botas. A primeira leva ficou bem bonita e na época Mazé as doou para várias pessoas e plantou flores em muitas delas, ficaram lindas!

Depois disso não encontrou mais artistas que pudessem pintar as botas e elas começaram a “encalhar” novamente. Foi quando, conhecendo o lado artístico de Cidinha, desafiou-a a pintá-las e Cidinha aceitou prontamente esse desafio (assim como costuma fazer com qualquer desafio). O resultado você confere abaixo:

botas-floridas-artesanato-maze-doces

Foi então que Cidinha começou a pintar as botas para que elas fossem reutilizadas como lindos vasos de flores.

Doceira de profissão e artista de coração

Desde criança Cidinha adora pintar. Autoditada, ela pinta variados materiais, como tecidos, vidros e cerâmicas. O único material que ainda não pintou foram as telas, mas afirma que tem vontade de experimentar.

Mas não é só com a pintura que Cidinha revela sua arte. Ela é tão prendada que também faz bordados nas frutas que são usadas nos doces da Mazé Doces! Dentre seus bordados nas frutas destacam-se a abóbora e o mamão, ambos usados nas compotas da Mazé Doces.

Para pintar as botas, Cidinha gasta cerca de 3h. Primeiro ela pinta um lado, deixa secando de um dia para o outro e, no dia seguinte, pinta o outro lado. Depois de pintadas elas precisam secar por mais ou menos 2 dias e então estão prontas para o uso!

cidinha-maze-doces

A tinta usada é acrílica, própria para áreas externas. Por isso as botas são perfeitas para enfeitar o jardim e locais abertos.

A inspiração está nas flores!

Quando perguntamos qual sua maior inspiração na hora de pintar, Cidinha não pensou duas vezes. “São as flores”, respondeu.

A doceira firma ser fã das flores. Adora ficar apreciando sua beleza, cheirar o seu perfume e também as cultiva em sua casa.

Na correria do dia a dia ela não se esquece jamais de regar as flores do jardim, pois sabe que para crescerem saudáveis é necessário dedicação e paciência.

Dentre as suas flores preferidas estão a Copo de Leite e a Onze-Horas Lilás.

Então vamos plantar!

Depois de transformadas em obras de arte, chega a hora de usa-las como vaso de flor. Fica incrivelmente charmoso =)

As botas já são furadas no fundo, o que facilita o plantio.

Para plantar você deve:

1)      Forrar o fundo da bota com brita ou pedrinhas para jardim;

2)      Colocar terra adubada;

3)      Plantar a sua sementinha ou muda de acordo com especificações da espécie.

Prontinho! Está finalizado um vaso lindo e único!

botas-floridas-maze-doces

Garanta a sua bota estilizada neste fim de ano

Se você está achando esta história incrível e está morrendo de vontade de ter uma bota feita pela Cidinha, saiba como ganhar:

As botas fazem parte da promoção de fim de ano da Mazé Doces.

A cada R$ 200 em compras na Mazé Doces você ganha uma bota estilizada.

Mas atenção! Temos apenas 30 unidades, portanto programe suas compras!

A promoção é válida para compras na loja física, em Carmópolis de Minas, ou na loja virtual.

promocao-fim-de-ano-maze-doces

Loja Mazé Doces

Endereço da loja: rua Luís Alves, nº 44 – Centro. Carmópolis de Minas.

Funcionamento: segunda a sexta, de 8h às 18h. Sábado de 8h às 16h.

Telefone: (37) 3333-2263

É muito amor envolvido na produção dessas botas!

Cidinha está radiante em saber que sua arte vai iluminar a casa dos clientes Mazé Doces. A doceira afirma que é uma felicidade enorme ver suas botas estilizadas   ganhando vida nas mãos de outras pessoas.

Compartilhe

Share on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+

Últimos posts

Categorias

Arquivos